Em casa


Olás!

Vcs devem estar estranhando o título e a foto ao lado... afinal de contas, eu moro em Bagé e a foto ao lado não é de Bagé, certo? (ou então estaria mentindo pra vcs que moro no interiorrr). É São Paulo, mais especificamente a Avenida Paulista. Mas então o que significa "em casa"?

Bom, aí é que vem a história! Na sexta-feira resolvi ligar para meu médico (que atende em SP), para ver se havia a possibilidade de consulta ainda para este mês. Por sorte, ele disse que tinha, para dia 26/01. Então, como estava com saudades de SP, resolvi vir um dia antes da consulta, para aproveitar um pouquinho! E cheguei no dia do aniversário de SP, sem me dar conta... vim prestigiar minha cidade favorita!

Morei aqui por 5 anos e meio... cheguei em SP em 2001, para iniciar meu doutorado em Física, no Instituto de Física Teórica (IFT/UNESP), que na época ficava na Rua Pamplona, a quatro quadras da Paulista! Aqui morei em vários lugares: na Aclimação, depois em Pinheiros, e por último, em dois prédios diferentes da Rua Rocha, na Bela Vista, a 3 quadras do IFT. Aqui conheci Daniel, meu marido, também físico teórico e que fazia doutorado com o mesmo orientador que eu... Aqui me senti em casa. Não há lugar no mundo (que eu já estive) em que me sinta tão viva, tão parte do mundo, tão eu. Sou curitibana de nascença e bageense de residência, mas certamente paulistana de coração.

Até hoje não me recuperei da saudades que sinto daqui. Dói. Sei que agora estou melhor do que estaria se tivesse optado por ficar aqui (fui pra onde eu e meu marido pudéssemos, os dois, ter emprego), e não reclamo. Mas foi uma decisão muito difícil sair daqui! Lembro do dia em que eu, Daniel e Ronro (minha gatinha) pegamos o avião para Porto Alegre... eu chorei muito... e desde então, me emociono quando venho pra cá. Mas enfim, momento nostalgia completa!

Aproveitei o dia, como não fazia quando morava aqui: fui à Liberdade (e dei uma passadinha na Ikesaki!), almocei lá, depois voltei pra Paulista, dei uma volta no Shopping 3 e na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Terminei a noite assistindo "Abraços Partidos" (filme do Almodovar) no HSBC Belas Artes.

Foi um dia ótimo. Sozinha, mas em casa.

Beijos

Comentários

Aninha disse…
Nossa!!!
Vc morou em várias cidades, hein?!
Bjos.
Carol disse…
Dáfni, também adoro SP. Nasci no interior (Assis) mas por ter parentes na capital e pelo fato de minha irmã ter estudado lá eu não perdia a oportunidade de ir passear por aquelas bandas. Hoje estou em Rondônia mas meu coração mora bem ai...rsrsr.
Amo SP...com todos os seus defeitos, com todas as suas qualidades...aí me sinto em casa!
Um beijo e aproveite ;)
Oi Dáfni, veio e voltou já?
Fiquei até com uma esperançazinha de você vir para estas bandas de SP - não que o centro de SP seja perto para mim, mas valeria à pena atravessar as enchentes para te conhecer!
Sábado vou conhecer umas amigas de uma comunidade no Orkut lá na Liberdade, só fui pra lá uma vez num evento de dança do ventre.
Desta vez vamos para passear, nos conhecer e, claro, olhar lojinhas!
Beijos!
Karen Lommez disse…
Eta São Paulo, cidade boa e louca né??? Não paro de atormentar meu marido para dar uma passadinha aí, justamente na Liberdade, onde tem meus papéis de origami e tb uma Ikezaki. Sempre acabamos indo para o Rio, pois ele é de lá, mas já não agunto mais ! Quero Sampa já!!!! Boa consulta! bjk
Emanuelly Guedes disse…
Nossa dafni!Mas pode ter certeza que vc optou pelo certo e esta bem melhor agora,ne?!
Eu to indo pra Sp em fevreiro,tem dicas legais de onde comprar make?Vou ficar na Vila Leopoldina.Algo pertinho,hahahh!
Beijaoooo
Dáfni disse…
Aninha, morei em 3 cidades! Curitiba, SP, Bagé... achava que Bagé seria a última, mas já não estou tão certa disso!

Carol, vou aproveitar sim! Por vc inclusive (rs)!

Carlinha, estou indo hoje. Que pena, se eu ficasse mais um dia, podíamos combinar um encontro mesmo! Ia ser bem legal... Fica para a próxima!

Ah, Karen, convence ele! Vale a pena passar um fim de semana aqui...

Manu, se perto de onde vai ficar tiver metrô, eu recomendo ir na Liberdade (desce na estação com mesmo nome), porque lá tem a Ikesaki. E também tem a 25 de março, que é só descer na estação São Bento e já está quase lá (pedindo informação no metrô eles dão, e é super fácil). As duas estações ficam próximas uma da outra, então dá até para ir nos dois lugares no mesmo dia! Pelo menos é isso que eu faria!

Beijos!
naovivosemcurvex disse…
Dáfni!!!

Que bom que vc aproveitou um pouco de SP...
Eu queria ir por la ainda esse ano, mas sempre acabamos indo a procura das praias do nordeste...rs..

Bjss
Karen Lommez disse…
Dáfni, ele é maravilhoso mesmo, suuuper neon. Vale a pena. Já deu uma olhada no site da HITS/Speciallità??? É fácil comprar lá e vem tudo certinho. bjk
paraiso disse…
Também gosto bastante de SP, que bom que vou matou a saudades e aproveitou, ainda mais na Liberdade.

Elas arrasam nos looks mesmo =D

Beijos.
Taíssa disse…
Adorei a sua descrição de SP! Sempre tenho uma imagem meio caótica de lá.. mas tenho muita vontade de conhecer!!!
Beijos!
Emanuelly Guedes disse…
Amiga brigadao pelas dicas,na 25 de março eu sei chegar,mas tem coisas da make?Sempre encontro umas coisinhas mas simples,na liberdade ainda n consegui ir.
Brigadao amiga pelo comentario no post sobre as unhas,realmente tem gente má,mas nao ligo,so fiquei triste pq umas delas e blogueira mas td bem...:/
Beijaoooooooooooooooooo
Malu disse…
"Não há lugar no mundo (que eu já estive) em que me sinta tão viva, tão parte do mundo, tão eu."

É assim que me sinto em relação à Vancouver. É o único lugar em que eu me sinto em casa. Nunca me senti em casa em Belém, Marabá, Manaus, Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, etc, e quase me senti em casa em Minneapolis, Seattle, St Louis. Mas em Vancouver... Em Vancouver estou em casa, não me sinto um peixe fora d'água, não fico com o sentimento de que não pertenço àquele lugar e nem pensando "O que estou fazendo aqui?!". Vancouver é, definitivamente, a minha casa.

Quanto ao comentário no blog: seria mais fácil, mas não acredito que seria viável. Aqui (ou melhor, lá, já que não estou mais no Canadá hehe) é pois as principais cidades (e onde os aeroportos têm a imigração americana ainda no Canadá) são próximas à fronteira, sem contar que é o único país com que o Canadá faz fronteira. :D

No próximo post então eu mostrarei meu cabelo pra você ver como é haha

Beijos
Dáfni disse…
Patricia, no verão é muito difícil a gente não escolher ir pra praia, né?

Karen, tô me controlando pra não ir no site, porque na Ikesaki comprei uns 8 esmaltes (rs)... mas quem sabe eu vou no site e SÓ olhe!

Stéphanie, legal saber!

Taíssa, antes de morar lá eu tinha a mesma sensação que vc! Mas SP tem uma parte bem legal, assim como a parte caótica!

Manu, depende do que vc quer de make... realmente, se for coisa mais elaborada, na 25 de março não vai ter! Na Ikesaki eu vi que tem: Vult, Duda Molinos, Tracta, Maybelline e mais algumas marcas no mesmo estilo, mas que não lembro quais são (desculpe!). Agora, farmácias como a Onofre tem make da Artdeco, Bourjois, Dior, Lancôme, Revlon, L'Oreal... eu fui numa filial ontem, no final da Av. Paulista (Consolação) - pra ir lá, pega a linha verde do metrô e desce na estação Consolação.

E quanto ao comentário sobre suas unhas, que pessoa sem noção, né?

Malu, então entendeu o que eu estava querendo dizer! Fico feliz que esteja morando na cidade que se sente em casa... é um privilégio, viu?

Oba! Vou ficar curiosa pra ver seu cabelo!

Beijos

Postagens mais visitadas