Presentinho da Karen + Ronro, a filha única!

Olás!

Estão vendo a foto acima? São presentinhos de uma amiga muito querida, a Karen, do M.A.C. maníaca! Gente, presentinho é apelido: presentão! Só os Matte Fluors já seriam um grande presente (Bagé City estava atrasada na temdensia, como diriam as meninas do VnF?), mas ela me mandou os esmaltes da Avon Color Trend, esmalte Êxtase, Big Universo, Max Color, luva e bota higiênica (nunca usei, vai ser novidade!) e dois batons rosa lindos: Dailus Rosa e Vult Matte cor 01. Tudo muito bem embalado! E uma cartinha muito bonitinha - aliás, a letra da Karen é linda!

Karen, vc sabe que eu amei tudo, né? E como amo ganhar presentes, vc fez meu fim de semana feliz, olhando e planejando como usar meus presentinhos! Obrigada mais uma vez!

E como não podia deixar de ser, já coloquei o Tech da Impala nas unhas - e foi uma baita coincidência, porque a própria Karen está usando este esmalte agora!

--------------------------------------------------------------
Mudando um pouco de assunto, ontem fizemos uma tentativa de dar uma irmãzinha pra Ronro: dois meninos apertaram a campainha aqui em casa com uma gatinha de pelagem laranja com eles. Eles queriam saber se podíamos adotar o gato, ou ao menos ficar com ela até hoje, quando eles veriam para quem dar. Resolvi experimentar, né? Até porque acho a Ronro muito sozinha, e uma companhia poderia fazer bem para ela. Poderia.

A gatinha dormiu na caixa de transporte da Ronro, depois das duas terem se encontrado e rolado aquela antipatia típica dos felinos - ameaças pra cá e pra lá. A Ronro, óbvio, dormiu conosco, com cara de quem não estava gostando nada de tudo aquilo. Mas como faniquito de filho a gente não dá muita bola, pensei que no dia seguinte tudo se resolveria.

Chega o dia seguinte e a gatinha começa a miar feito louca. A Ronro, ainda braba e incomodada, fica embaixo da mesa, "rosnando" para a gatinha. E, ao ver que a gatinha estava ali, no seu espaço, e poderia ser mais uma nessa casa, a Ronro fez uma coisa que eu nunca vi ela fazer: ameaçou fugir de casa! Foi para o muro, em direção à rua (para desespero do Daniel, que me gritava da cozinha "ela está fugindo!") e depois voltou para o muro. Com ela em cima do muro, fui lá "conversar". E não é que ela sobe para o telhado do vizinho? Xilique total! Aí a desesperada fui eu: corri pra dentro de casa para trocar de roupa (tudo isso e eu de pijama!), voltei ao muro e comecei a chamá-la. Ela veio, mas muito "chateada", como se dissesse "Vcs estão me trocando! Ou ela ou eu!" e nisso passa minha amiga Vera, que vinha almoçar em casa e é minha vizinha, e eu conto pra ela a situação, com um olho nela e outro na Ronro. A Vera, vendo meu desespero, entrou na minha casa, pegou a gatinha e passou por nós (eu e Ronro) com a gatinha, mostrando pra outra que a gatinha estava indo embora. Vcs acreditam que a xiliquenta da Ronro voltou pra casa, resmungando um pouco, mas feliz da vida? Posso com esta gata?



Ronro, filha única - não está a fim de perder seu posto! Não reparem na mãe babona, tá?

Moral da história: vai ser difícil ela ter uma irmãzinha! Eu acho que podemos tentar de novo, mas não agora, quando vamos viajar e ficar tantos dias fora de casa! A Ronro se mostrou muito sentimental, então a coisa tem que ser feita com cuidado...
Quanto à gatinha, os meninos depois apareceram de volta e pegaram ela. Qual o destino dela, não sei. Mas eles eram muito bem intencionados, visto que foram eles que a resgataram da rua e tocaram de casa em casa para arranjar um pouso pro bicho. Estou tranquila que eles devem ter conseguido um lar pra ela!
Bom, meninas,  com a viagem se aproximando, vou ficar mais e mais ocupada. Não se preocupem: arrumarei alguns espaços de tempo para estar aqui e nos blogs de vcs!

Beijos!

Comentários

Aninha disse…
Parabéns pelos presentes Dáfni!!!!!

E essa história da Ronro... meu cachorro é assim tb... rsrs
Peguei um filhotinho DELE e ele ficou todo enciumado... ficou bravo... queria morder o filhotinho...
Mas na "escolinha" (canil de adestramento), ele brinca com outros cachorros... o problema é o espaço dele em casa!!! kkkk
Bjo!
Dáfni disse…
Pois é, Aninha, estes bichos são quase pessoas! Eles têm seus desejos e ai de nós contrariá-los!

Beijos
Vanessa disse…
Oi Dafni,

Se talvez ela ficar num hotel...capaz de se acostumar, ou em alguma outra casa que tenha mais miaus....enquanto voce viaja.

Quando se acostuma desde pequena com outros gatos, mesmo que uns sumam, ou se vao, fica mais facil.

Voce tinha perguntado sobre a mascara de cilios vibratoria da Maybelline, e o nome dela e Pulse Perfection, e ela e a prova d'agua.

Vou ver se depois que passar minha alergia de polen, eu faco um post sobre ele la no blog.

Beijos
Van
Karen Lommez disse…
Dáfni,fico feliz que tenha gostado! Esse Dailus é gêmeo do Saint Germain da M.A.C! Eu tenho 3 gatinhos e cada vez que um novo chegou foi assim e levou mais deuma semana para se acostumarem. hOJE SÃO IRMÃOZINHOS e para o gato é ótimo ter outra companhia felina. É melhor vc tentar depois de voltar mesmo, com mais paciência e tomando todos os cuidados para ela não fugir fe novo. Linda essa dua filhinha heim? Temperamental e ciumenta tb, mas isso todo gato é!Tenho um ótimo manual de cuidados de gatos. Se quiser mando para vc ler! Adorei vc falando com ela no vídeo! Eu tb falo e beijo meus filhos o dia todo! bjk
Patricia Harumi disse…
Dáfni!!!

Que mimos lindosssssss heim!???

Aqui tbem nao tem nem o cheiro desses esmaltes!!!
kkkkkk

Ah, queria teu email!!!!!!!!
Me passa ele please!!!!!!

bjssss
Guiga disse…
Dáfni, eu tenho 10 gatos e te digo com segurança que as adaptações sempre demoram! E sempre os gatos da casa vão ficar brabos e indignados com o que tá chegando! O correto pra introdução de um outro gatinho na casa é sempre deixá-lo isolado numa peça (no teu quarto, por exemplo). Aos poucos a tua gata iria sentindo o cheiro da outra e iria se acostumando. É um processo demorado mas super necessário. Apresentar um animal ao outro assim "do nada" normalmente não dá em boa coisa mesmo.
Depois, com a técnica correta, podes pensar em pegar outro gatinho. Mas, ao contrário da Karen, não acho que todo gato goste de companhia. Gatos são solitários por natureza (diferente dos cães). Aqui em casa até tem os que brincam uns com os outros, mas a minha primeira (q hj tá com 10 anos) preferia ter sido filha única mesmo! Heheheh!
E se tu gostas de viajar bastante, tendo 2 é sempre mais complicado, né?
Beijão! E desculpa se me intrometi demais! :)
Dáfni, cada vez que eu vejo um presentinho viajando eu fico mais feliz com a blogosfera.
A vida vale a pena, as pessoas ainda valem a pena, é bom isto, dá uma esperança para o futuro!

Quanto a Ronro, eu ía mesmo sugerir que você desse um irmãozinho para ela, pra quando vc fosse viajar ela não se sentir sozinha... Quando eu fui para Natal eu não fiquei com tanto remorso por saber que meus gatinhos são companhia um para o outro.

Só que os meus já vieram irmão né? A Ronro nasceu filha única, preferida. Mas, não deixe de tentar! No começo é sempre briga, tiro isto pela minha cachorra que mora em Natal e parecia o Vietnã em guerra com a cachorra da minha irmã, e hoje as três (chegou mais uma) e o gato, são todos amigos.

Eu já tive um gato só, por duas vezes, hoje eu acho que a melhor escolha que fiz, foi ter dois, teria mais se eu pudesse e tivesse tempo de cuidar. E olha que tenho que aguentar choradeira e um olhando para minha cara miando porque "perdeu" o outro num rolezinho pelos muros...

No mais, boa viagem e mande nem que seja sinal de fumaça quando estiver por lá!

Beijos!
Dáfni disse…
Vanessa, quando eu voltar de viagem, vou pensar melhor em como fazer com que a Ronro se adapte! Ah, e obrigada pelo nome da máscara! Vou ver se encontro por aqui.

Karen, eu imaginei que ela ia dar fiasco, mas não que ia tentar fugir de casa! Isso que me caiu o queixo... ah, e eu me derreto com ela, por isto que é tão mimada! (rs)

E o Vult também é lindo! Usei ele bastante já!

Patricia, meu e-mail é

dafnimarchioro@yahoo.com.br

Fica à vontade!

Guiga, valeu pelas dicas! Não se intrometeu não, isto tudo que falou vai ser super útil pra eu poder tomar uma decisão com relação à companhia pra Ronro. Obrigada mesmo!

Carlinha, eu estou muito tentada a dar um "irmãozinho" pra ela. Quando eu voltar de viagem, vou conversar com maridão e vamos ver se rola!

Pode deixar que eu mando sinal de vida! (rs)

Beijos
paraiso disse…
Aí é complicado viajar com essas fofuras em casa né, toda vez que viajamos a minha cachorra fica em um hotel e ela sempre volta meio revoltada, dá uma pena, mas..

Que fofos os esmaltes, comprei o Shock, gostei bastante.

Beijão.
Dáfni disse…
Stéphanie, é sim. E pior que hotel pra gato é um horror - eles colocam em gaiolas e o bicho fica lá o tempo todo. Não tem muito como ser de outro jeito! Por isso que não deixo ela em hotel...

Hoje estou usando o Club! É muito bonito também...

Beijos

Postagens mais visitadas