As melhores leituras da última semana (28/04 a 04/05/2012)

Olás!

Vamos às indicações da semana?

Utilidade pública:
Compras internacionais: usando um endereço norte-americano, do Conversa de Beleza
Cílios postiços: aplicação por baixo dos naturais, do Conversa de Beleza 
Demora dos pacotes nos correios e tributação! É a tal da maré vermelha!, do E aí Beleza? (obrigada a D que me passou o limk!)

Posts que me fizeram ter vontade de comprar:
An Island Holiday Would Be a Delight: The Summertime de Chanel Le Vernis Nail Polishes, do Makeup and Beauty Blog 
Giorgio Armani Eyes to Kill Intense Eyeshadow in #20, 21, 22, 23 Review, Photos, Swatches, do Temptalia 
Sleek MakeUp Ulra Matte i-Divine Palettes in V1 Brights, V2 Darks, do Temptalia
NARS Liberte Blush Review, Photos, Swatches, do Temptalia


Tutorial:
7 Steps to a Perfect DIY Manicure, do Makeup and Beauty Blog


Posts que me fizeram economizar:
Dior Swimming Pool Eyeshadow Palette Review, Photos, Swatches, do Temptalia
Revlon Neptune Star Diamond Lust Eyeshadow Review, Photos, Swatches, do Temptalia
NARS Marie-Galante Eyeshadow Duo Review, Photos, Swatches, do Temptalia


Pouca coisa hoje pois estava viajando (Rio!) e a semana foi curtinha... Hoje trabalhei e agora tô querendo é descansar um pouco!


Beijos!
P.S.: figura tirada daqui.

Comentários

Denise Mercedes disse…
Dáf,
linda a nova armani obsidian! Ai, ai... rs
Beijos! Bom descanso!
Marcelinha disse…
Nossa, muito boas dicas!!! Já fui em vários... Valeu!
Bjo
conversadebeleza disse…
Dáf,
sobre a Maré Vermelha e os impostos:

O Regime de Tributação Simplificada determina em 60% os impostos aplicados sobre produtos importados. Então, não temos que fazer aquela matemágica toda somando IPI, Cofins, PIS e Imposto de Importação.

A isenção para produtos até 50 dólares é apenas quando uma pessoa física remete para outra pessoa física. Não precisa ser presente, não faz diferença ser presente: acima de 50 dólares, ainda que sendo declarado presente, vai pagar imposto.

Compras remetidas por loja não são isentas...

O frete é embutido no preço da mercadoria e faz parte dele. Pode não ser legal, mas é assim que funciona no mundo todo, pelo que eu saiba. Mercadoria+frete+seguro = custo considerado do produto, para efeitos de impostos.

O ICMS não é mencionado de forma clara, dando possibilidade aos estados de aplicarem sobre os 60%. Alguns estados dão isenção, outros não. Em São Paulo não se costuma cobrar, mas não tenho conhecimento se a isenção é informal ou prevista por lei.

Fora a parte técnica, acho que a discussão é super complexa e envolve muitos aspectos. Desde a questão da proteção ao industrial doméstico, até às complicadas questões cambiais, que afetam não só o Brasil, mas diversas outras economias.

Pena que a maior parte das pessoas deixe a indignação tomar conta de si e, sem conhecimento suficiente, fiquem esbravejando ignorância para todos os lados.

beijão

Renata
Dáfni disse…
@Denise Mercedes

Linda, né? Mas vou fingir que ela não existe! (rs)

Beijos
Dáfni disse…
@Marcelinha

Que bom que gostou!

Beijos
Dáfni disse…
@conversadebeleza

Valeu pelos esclarecimentos! :)

Beijos

Postagens mais visitadas