Chanel Le Teint Ultra Tenue - a base complicada

Olás!

Quanto tempo não? É que andei meio tristinha e não estava muito com humor para postar nada... mas enfim, hoje eu tive vontade e aqui está!

Há muito tempo quero fazer esta resenha, muito tempo mesmo. Primeiro, porque esse tipo de base não é comprada por muita gente (e não se vê resenhas mil sobre ela), então realmente fazer uma resenha sobre ela é utilidade pública. Segundo, porque ela é uma base complicada, e eu quase me desfiz dela, não fosse por algumas resenhas de blogs estrangeiros salvarem-na do desapego.

Devo dizer que a marca de bases que mais dá certo comigo é a Chanel. A base Perfection Lumiére Velvet foi uma das poucas que consegui acabar o vidrinho - e olha que é bem difícil de acontecer, ainda mais com a quantidade de bases que testo e compro. Por isso eu tinha muita expectativa em relação a esta base, que promete longa duração - e longa duração é meu sobrenome, pois moro no inferno de Foz do Iguaçu, que no verão maltrata a gente sem dó.

Comprei a minha na Monalisa no Paraguai e não foi barata - 66 doletas. Usei uma vez e WOW, minha pele estava linda, e a base durou horrores e eu fiquei alucinada com ela. Aí estava bem na fase em que estava tentando fazer a base da Sisley funcionar, e comecei a prestar mais atenção nesta. Foi começar a olhar de perto a pele e comecei a ver uns lugares que parecia tinta pontilhada - uma coisa muito bizarra. Fiquei muito chocada e me perguntando "que mal eu fiz para comprar OUTRA base cara e ela ser uma porcaria?"

Então resolvi procurar resenhas, e encontrei só gringas. Muita gente querendo jogar ela na parede, mas muita gente dizendo que o problema dela era a secagem ultra rápida - se você consegue espalhar rápido e uniformemente, não acontece a coisa bizarra. Então comecei a ser ultra rápida e realmente funcionou: ela dura muito e a pele fica com uma aparência bonita.
A base vem num vidrinho de 30 ml, com pump. Por ela ter secagem rápida, o pump muitas vezes fica com base acumulada no bico, então tem que limpar constantemente. Tem fragrância, que me parece ser o cheiro das bases da Chanel - só não sei dizer qual cheiro é, sou péssima com aromas. Não há nada nas instruções de uso que diga que você tem que ser The Flash para aplicar, o que me deixou bem chateada com a marca (rs).

Acima, a base levemente espalhada, ainda úmida - tem a consistência de "quase" creme.

Acima, base espalhada e seca na pele.


Acima, dois dias em que usei a base - se vocês olharem bem entre as sobrancelhas, verão que tem base acumulada ali, e foi assim que tive certeza que usei ESTA base.

De forma geral, ela é sim difícil de usar, principalmente para deixar homogêneo lugares com dobras como nariz, ruguinhas, etc. Ela dura bastante sim, parece até uma cola - uma cola com cor, pra falar bem a verdade - mas não posso dizer que recomendaria ela, sabe? Mesmo que a longa duração seja algo que eu preze muito estes dias, uma base tão cara dessas devia ser mais fácil... Eu recomendaria sem piscar os olhos a Velvet, mas esta não sei.

Com toda esta dificuldade, pensei que de repente a base da Sisley tivesse o mesmo problema. Fui toda feliz realizar testes novamente com ela e... não, a base é uma porcaria mesmo, não tem desculpa alguma (rs).

E vocês, tem ou gostariam de ter esta base?

Beijos!

Comentários

Suzana Alves disse…
Vixe que base temperamental..e cara hahaha! Achei o efeito dela é bonito! E fica triste não Dafni a vida é meio difícil as vezes..algumas coisas no dia a dia são bem desanimadoras..mas vamos que vamos!

Abração forte!
Renata disse…
Base fácil da Chanel é a velha e boa Vitalumiere. Não sei se ainda fabricam, mas é divina.
Dáfni disse…
Verdade Suzana, bola pra frente que atrás vem gente! (rs)

Beijos
Dáfni disse…
Oi Renata,

Fabricam sim, acabei de ver no site da Chanel no BR. Mas ainda assim sou mais a Perfection Lumiere Velvet - acho o acabamento dela mais sequinho...

Beijos
Jussy disse…
Oi Dafni! Vc já usou o primer High Adherence da The Ordinary? O da embalagem prata. Ele é muito bom p dias de calor. Não disfarça muito os poros mas mantêm a pele sequinha. O primeiro look é com a paleta da morphe? Esse verdinho fica muito divertido :). Acho q vai ser minha próxima compra hehe. bjoo.
Dáfni disse…
Oi Jussy!

Não, não testei nada da The Ordinary ainda... vai pra lista! :)

O verdinho é de uma paleta da Juvia's Place, se não me engano The Zulu. Mas de qualquer forma aquela paleta da Morphe vale a pena!

Beijos

Postagens mais visitadas